Vertigens Psicológicas


Vertigens Psicológicas

Em fevereiro de 2011 começamos um processo de estudos e pesquisas para montar nosso primeiro espetáculo que teve um papel especial na história do grupo.

Seguindo a dinâmica de juntar textos curtos de teatro que tivessem uma relação, reunimos as três histórias que contamos brevemente abaixo:

“Os olhos da noite” conta a historia de um fotografo que ao acordar descobre que está cego! E para não ser pouco, ele também não se lembra quem é! Outros dois personagens entram em cena para ajuda-lo a se encontrar, pois eles também não sabem quem são. No desenrolar das lembranças os três vão descobrindo o quanto são importantes na vida um do outro.

“Eu sou você” marca os desencontros de um casal que por acaso começam a conversar na rua. As diferentes maneiras de se comportarem os aproximam e os afastam a todo momento. Mas, num determinado momento, uma declaração nos leva a rever a historia desde seu inicio.

“Depois do tiro o silêncio” traz uma interrogação “?” porque quatro pessoas falam sobre suas vidas onde essas palavras se encontram, se enlaçam e formam uma quinta historia. Que será absorvida por cada um, de uma forma diferente.

O que integra as histórias é o fato de todas tratarem dos devaneios, tormentos e perdições da mente humana e sua união provoca um processo de imersão dentro de nossa própria consciência.

Equipe original: Bruno Ishihara, Camila Melo, Douglas Rene, Henrique Miguel, Juliana do Vale, Patrícia Tirola, Paula Percelli, Paulo Barros.

Recados do público que nos assistiu:

Uliana Lisboa  6 de Outubro de 2011 às 01:10: Olá, eu tive a oportunidade de assitir Vertigens Psicológicas sábado passado e gostei muito da peça tanto na parte textual que variava de forma notável do drama psicólogico á sátira irônica, quanto a encenação dos atores que desemvolveu esse aspecto com muito talento e por fim o cenário estava impecável como os demais componentes.

Gostaria de parabenizar toda a equipe pelo exímio trabalho desenvolvido, só me frustra o meu alheimer não ter deixado eu lembrar de todos os nomes da equipe sorry galera faltante x_x

Luiz Carlos Checchia – 6 de Outubro de 2011 às 01:10: Assisti no final de semana passado ao espetáculo do grupo Porto dos Moinhos. Um conjunto de três peças curtas. É um dos trabalhos mais ricos que vi nos últimos anos da cidade. Um jovem grupo que se apresenta com uma maturidade de pensamento como a tempos não vemos nos palcos da cidade, mesmo de grupos veteranos. O grupo tem conhecimento sobre o que falam, falam de um tema complexo com densidade e apesar de densos, são cenicamente simples.

Estão a caminho de se tornarem um grupo de relevância na e da cidade. e espero que para a cidade tbm, se a cidade souber lhes dar o devido respeito, atenção e acolhimento. Parabéns ao Porto dos Moinhos!! Saibam que este quem escreve já é um fã…

Luccas Papp 6 de Outubro de 2011 às 02:49: Parabéns pessoal!
Leandro Moliere 04 de Outubro de 2011 às 09:54: vcs foram geniais

Silvia Martins 3 de Outubro de 2011 às 10:48: Queridos! Obrigada pelo belo trabalho corajoso de vocês. Foi uma festa para meus olhos revê-los e uma festa para meu espírito ver a garra de vocês para fazerem Arte de verdade, destas que não é fácil vender, destas que nos fazem questionar nossa condiçao humana tão frágil e ao mesmo tempo tão tenaz frente desafios.

Vi um grupo coeso, redondinho, a cumplicidade de trabalho e amizade tá exalando no palco. A interpretação de vocês tocou fundo. Foi um presente em uma linda noite chuvosa de domingo. Parabéns. Carinho imenso.

Silvia Marques 3 de Outubro de 2011 às 12:50: Quero que saibam que me emocionei muito com a interpretação de vocês. Recebi muito mais do que esperava num domingo chuvoso, vcs me surpreenderam. Valeu muito. Obrigada pelo presente que foi o seu trabalho. Bjs

Cleusa Pereira 03 de Outubro de 2011 às 22:08: Meus lindos. PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!! È MUITO BOM VER O FRUTO DO TRABALHO REALIZADO, ISSO NOS IMPULSIONA PARA A REALIZAÇÃO DE MAIS. E eu quero muito SUCESSOOOOOOOOOOO pra vcs. Bjos no coração de todos. Meus lindos

Felipe Laurito – 02 de Outubro de 2011 às 11:18: Na minha humilde opinião, posso dizer que este foi um dos melhores espetáculos que já assisti. A atuação de todos você incrível. O ritmo, a sincronia, a energia que passava a platéia. Confesso que me surpreendi e muito. Me envolvi de uma forma e de repente percebi que a surpresa era maior do que esperava.

Meus parabéns a todos!
Desejo do fundo do coração uma carreira próspera a vocês. E sempre que puder acompanharei de perto.

Obrigado.
Rebecca Nantess 02 de Outubro de 2011 às 00:10: ‘Ninos… meus nindos ninos! rs
Sinceramente me surpreendi esta noite, com cada um, com cada atuação. Não tenho palavras, realmente nada foi perdido, todo esforço e trampo duro de vcs foi valorizado em todo aquele palco italiano. Continuem assim, vcs merecem.. até me fizeram chorar. Créditos a Douglas Rene Alberto Oliveira e Paulo Bar

ros.. considerem-se honrados.. pois é a primeira vez que chorei em uma peça de teatro me entregando incondicionalmente ao sentimento que vivi naqueles minutos. Surreal, experiência incrível!God Bless U Dears
Kisses,Becca ♥
Janaína Bassi 02 de Outubro de 2011 às 11:08: Ameiii tb! Vcs sao OTIMOS!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s